Saiba tudo sobre a asma, suas causas e sintomas

Asma Dra Patricia Gabriella Rocha Carneiro García-Zapata

Compartilhe o Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Condição afeta o sistema respiratório do paciente e pode provocar risco de morte

A asma é uma doença crônica inflamatória que afeta as vias respiratórias, causando diferentes sintomas entre os pacientes . Ela não tem cura, mas pode ser controlada através de tratamento.

No post de hoje, abordaremos mais sobre esta doença, seus sintomas e causas. Confira!

O que é a asma?

Asma é uma doença que afeta as vias aéreas ou brônquios, causada pela inflamação destas regiões. Ela produz muco extra, podendo contribuir para o aparecimento de desconforto respiratório,, provocando tosse, falta de ar e chiado no peito.

Além disso, pode proporcionar grandes problemas na rotina diária do paciente acometido, chegando a causar risco de morte para quem sofre de crises de asma.

Esta condição não tem cura, porém pode ser controlada com acompanhamento médico. Em algumas épocas do ano, sua manifestação pode ser mais incisiva, o que necessita de monitoramento de um especialista para ajustar o tratamento de acordo com sua situação, períodos como outono e inverno são os períodos com maior frequência de doenças respiratórias pela sazonalidade de grande parte de vírus

Quais são os sintomas da asma?

Os sintomas da asma variam de pessoa para pessoa, é possível que eles sejam diários ou apenas temporários configurando-se o que chamamos de crise de asma

Dessa forma, os sintomas mais comuns da asma incluem:

  • Falta de ar;
  • Dor ou aperto no peito;
  • Chiado;
  • Dificuldades para dormir por conta de falta de ar, tosse ou respiração ofegante;
  • Crises de tosse ou respiração ofegante agravados por vírus respiratório, como gripe ou resfriado;
  • Sintomas de tosse, chiado, falta de ar desencadeados por esforços físicos (gargalhadas, choros, prática de esporte físico).

Além disso, os sintomas que podem indicar gravidade são:

  • Sintomas de tosse, chiado, falta de ar mais frequentes no dia-a-dia;
  • Aumento do desconforto respiratório;
  • Redução da tolerância aos esforços;
  • Necessidade de utilizar medicação de alívio rápido (broncodilatadores) com frequência.

Vale lembrar que a inflamação das vias aéreas acontece mesmo sem sintomas, o que a longo prazo pode contribuir para remodelamento da via aérea.

O que pode causar a asma?

A exposição a substâncias e irritantes que desencadeiam alergias, os aeroalérgenos, pode desencadear crise de asma. Então, estas condições diferem de pessoa para pessoa e podem incluir:

  • Alergênicos transportados pelo ar (aeroalérgenos), como pólen, ácaros, fungos, poeira doméstica e pelos de animais;
  • Infecções respiratórias, principalmente infecções virais (como resfriado, gripe, etc);
  • Atividade física;
  • Ar frio;
  • Poluentes e irritantes do ar, como fumaça;
  • Medicamentos;
  • Emoções fortes, ansiedade e estresse;
  • Doença do refluxo gastroesofágico.

É fundamental que converse com seu pneumologista para que recebaorientações de tratamento para evitar as crises de asma e o plano de ação para quando a crise de asma ocorrer , evitando, assim, uso de corticoides sistêmicos indiscrimidamente ( como prednisolona , dexametasona,etc), usos incorretos de antibióticos, idas desnecessárias ao pronto atendimento.

Além disso, cuide da sua saúde! Fatores de risco como tabagismo ou fumo passivo, sobrepeso, obesidade, sedentarismo histórico familiar e condições alérgicas, por exemplo, podem aumentar chances de desenvolver a doença

Assim, saber quem procurar é essencial para evitar riscos à sua saúde. Por isso, conte com a Tumi Espaço Clínico, entre em contato conosco e agende sua consulta com a Dra. Patricia Gabriella Rocha Carneiro García-Zapata o mais breve possível.

Veja outros posts